Sábado, 20 de Janeiro de 2018
O que você procura?

NATAL/PAPAI NOEL, EPOCA PARA:

DAR PRESENTES (4.2%)
RECEBER PRESENTES (2.8%)
FRUSTAă├O (7.0%)
MENTIRA (64.8%)
ESPIRITUAL (5.6%)
COMERCIAL (8.5%)
N├O GOSTA (7.0%)

Newsletter

Nome:

E-mail:


nenhum registro encontrado!

CONHECENDO A VERDADE
Postado em: 12/04/2011 Ós 00h34
TAMANHO DA FONTE  A- A+
CASAMENTO
COSTUMES E TRADIăŇES PELO MUNDO

 

 

 
 
 
 
 
 
Descubra como surgiu a cerimônia e outras tradições que resistem à passagem do tempo.
 
Não se sabe ao certo a data exata da primeira cerimônia de casamento da História. Evidências mostram que um ritual parecido como o que existe hoje surgiu na época da Roma Antiga, quando as mulheres que estavam prestes a selar o matrimônio vestiam se especialmente para a ocasião, enfeitando os cabelos com flores brancas – que simbolizavam felicidade eterna – e ramos de espinheiro – para afastar os maus espíritos. Mais tarde, o véu foi adicionado ao figurino: no início, era uma homenagem a uma das deusas mais populares da mitologia greco-romana. Vesta, como ela era chamada, protegia os lares das famílias e também trazia bons fluídos aos novos casais.
 
Noivado premeditado
 
Os pais decidiam o futuro matrimonial de seus filhos ainda na infância, tudo para evitar a mistura de classes sociais. O palpite familiar continuou sendo essencial no enlace matrimonial dos casais durante a Idade Média. Também neste período, a cerimônia passou a ser realizada sempre na igreja, com a presença de testemunhas e tendo até troca de alianças.
A primeira aliança
Por falar em aliança, o primeiro protótipo de que viria a ser um anel de casamento apareceu ainda na época dos faraós, para simbolizar a eternidade do relacionamento (felizes para sempre). Os gregos adicionaram um significado a mais pra a jóia ao produzi-la a partir do ferro imantado – pois o ímã atraía energias positivas. Era colocada na mão esquerda, segundo a crença de que nela corria uma veia ligada ao coração. Somente na época Medieval o anel passou a ser feito em ouro e pedras preciosas. Já o anel de noivado surgiu no século 18, quando o papa Inocente III criou um tempo de espera entre o pedido de casamento e a cerimônia.
 
Arroz de festa
 
O ato de jogar arroz nos noivos surgiu na China, região que sempre considerou o grão como um símbolo de prosperidade. Há dois mil anos, um célebre mandarim quis desejar toda a sorte do mundo para sua filha que estava se casando e simulou uma “chuva” do cereal durante a cerimônia. A partir deste dia, atirar grãos de arroz nos recém-casados simboliza votos de felicidades.
 
Buquê
 
Um dos acessórios indispensáveis de qualquer noiva também apareceu na Grécia – só que em vez de flores, o arranjo era composto de ervas e alho. Os gregos acreditavam que as ervas traziam prosperidade ao casamento e o alho afastava influências negativas na ida conjugal. As flores foram introduzidas logo depois. Cad uma tinha um significado: o lírio representava a pureza; as rosas vermelhas, o amor; e as flores de laranjeira, a felicidade.
 
Bolo na cabeça
 
A guloseima principal das festas de casamento teve uma origem, no mínimo, inusitada. Para desejar boa sorte aos “pombinhos”, os romanos costumavam quebrar um pão doce sobre a cabeça da noiva, pois o trigo representava a prosperidade. Alguns povos jogavam o próprio grão ou a farinha na moça.
Séculos depois, cada convidado passou a levar um pedaço de bolo, que era amontoado junto aos demais em uma mesa, também para garantir fertilidade. Ao ver todos aqueles pedaços separados, um confeiteiro teve a feliz idéia de transformá-los em uma coisa só: nascia assim o bolo propriamente dito. Já o brinde com o champanha surgiu no ano 450 a.C., entre os anglo-saxões.
 
Lua-de-mel
 
No início, as festas de casamento terminavam quando o noivo capturava a noiva e a levava para algum lugar escondido, onde ninguém pudesse encontrá-los. Lá eles permaneciam durante uma fase da lua e bebiam um vinho feito de mel para “adoçar” a relação. Outra versão diz que, na noite de núpcias, os parentes do casal desenhavam uma lua com mel na porta da casa, para desejar boa sorte.
 
O vestido da noiva
 
Nos primórdios da civilização chinesa, as moças que estavam para se casar usavam um vestido vermelho, que simbolizava o amor. A mesma cor também era adotada na Europa durante a Idade Média, mas representando a vinda de um “sangue novo” na família.
O branco nunca havia sido utilizado até o dia em que a Rainha Vitória da Inglaterra, apaixonada pelo primo, rompeu todas as regras em pleno século 17 e casou-se por amor, vestindo-se de branco e com um véu para cobrir o rosto – fato improvável para um membro da realeza, que jamais ocultava sua identidade. Com a disseminação da burguesia, casar-se de branco passou a ser sinônimo de pureza.
 
Damas de honra
 
As primeiras damas de honra da História certamente não eram tão graciosas como as de hoje. Como o noivo conheceria a noiva apenas no dia do casamento, todo recurso possível e imaginável era utilizado pelos chineses para valorizar mais a beleza da moça. Explica-se: era muito comum escolher as jovens mais feias da comunidade para adentrar o local da cerimônia antes da entrada triunfal da noiva. Assim, ela pareceria mais bela aos olhos do futuro marido.
 

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

A palavra casamento é derivada de "casa", enquanto que matrimonio tem origem no radical mater ("mãe") seguindo o mesmo modelo lexical de "patrimônio". Também pode ser do latim medieval casamentu: Ato solene de união entre duas pessoas de sexo diferente, capazes e habilitadas, com legitimação religiosa e/ou civil.
Origem das tradições do casamento
 
             O casamento é um  dos eventos mais  marcados  pela  existência  de  rituais e tradições, característicos das culturas e religiões de cada país. Embora o significado de cada um deles tenha mudado, a verdade é que alguns perduram na história. Conheça  as  suas  origens e significados e saiba qual  a  razão  para a noiva  levar  bouquet, a origem  da  tradicional  chuva  de pétalas, do vestido de noiva, etc.
  • Casamento
No antigo sistema patriarcal, "os pais casavam os filhos", uma vez que os pais tinham que ceder uma parte do seu património  (casa  e  terras) para o sustento e a moradia da nova família. A cerimónia de casamento  nasceu  na Roma antiga, incluindo o ritual da noiva se vestir  especialmente para  a  cerimónia, o que  acabou por se  tornar  uma tradição. Foi igualmente  em Roma  que  aconteceram  as primeiras uniões de direito e a liberdade da mulher casar por sua livre vontade.

Ramo da noiva
O bouquet  da  noiva  tem origem medieval. Nesta   época, as mulheres  levavam   ervas aromáticas para afugentar os maus espíritos. Pouco a pouco, o ramo da noiva tornou-se um hábito  em  todos os casamentos  e, com  a  passagem  do  tempo, acrescentaram-se significados às diferentes flores.

Vestido de noiva
O primeiro vestido branco foi adoptado em Inglaterra pela Rainha Vitória, no século XIX, quando se  casou com  o seu primo, o príncipe Albert.  Uma  vez  que naquela época era impensável um homem pedir uma rainha em casamento, o pedido foi feito pela noiva.

Véu da noiva
O uso do véu da noiva  era um costume da antiga Grécia.  Os gregos acreditavam que a noiva, ao cobrir o rosto, ficava   protegida do mau-olhado das mulheres e da cobiça dos homens. Tinha ainda um significado especial para a mulher: separava a vida de solteira da vida de casada e futura mãe.
 
Grinalda
O uso da grinalda permite que a noiva  se distinga  dos  convidados, fazendo com que se pareça com uma rainha. Tradicionalmente, quanto maior a grinalda, maior é o símbolo de status e de riqueza.
 
Posição dos noivos no altar
A razão da noiva ficar sempre do lado esquerdo do seu noivo tem a sua origem nos anglo-saxões. O noivo, temendo a tentativa de rapto da noiva, deixava sempre o braço direito livre para tirar a sua espada.
 
Alianças
A aliança representa um circulo, ou seja, uma ligação perfeita entre o casal.       O círculo representava para os Egípcios a eternidade, tal como o amor, que deveria durar para sempre. Os Gregos, após a celebração do casamento,utilizavam anéis de íman no dedo anelar da mão esquerda, acreditando que por esse dedo passa uma veia que vai directa ao coração. Mais tarde, os Romanos adoptaram também esse costume, que se manteve até aos dias de hoje.

Lançamento do arroz
Tem origem asiática, onde o arroz é sinónimo de prosperidade. A tradição de atirar grãos de arroz sobre os noivos, após a cerimónia nupcial, teve origem na China, onde um Mandarim quis mostrar a sua riqueza, fazendo com que o casamento da sua filha se realizasse sob uma "chuva" de arroz. Hoje atiramos arroz aos noivos à saída da igreja como sinónimo de fertilidade, felicidade e prosperidade.
 
Bolo de Casamento
Este costume vem desde o tempo dos romanos. O bolo da noiva é, desde há séculos, um símbolo de boa sorte e de festividade. No tempo dos Romanos, a noiva comia um pedaço de bolo, e exprimia o desejo de que nunca lhes faltasse o essencial para viverem. Actualmente, o corte do bolo constitui um dos momentos mais marcantes da festa. O noivo pousa as mãos sobre as da noiva para segurar a faca, procedendo juntos ao primeiro corte do bolo, simbolizando partilha e união. Segue-se a distribuição de fatias pelos convidados.

Lua-de-Mel
O termo lua-de-mel vem do tempo em que o casamento era um rapto, muitasvezes contra a vontade da rapariga. O homem apaixonado raptava a mulher e escondia-a durante um mês (de uma lua cheia até à outra) num lugar afastado. Durante esse período, tomavam uma bebida fermentada, à base de mel, que devia durar 28 dias, o tempo do mês lunar. A lua-de-mel, tal como a conhecemos hoje, tem origens nos hábitos ingleses do século XIX. O recém-casado passava uma época no campo para se libertar das obrigações sociais.

 



 
LINK - ESPALHE POR AÍ!
 
Outras Notícias sobre CONHECENDO A VERDADE
18/03/2015
AM╔M
26/01/2014
NOMES HEBRAICO VERDADEIRO DOS LIVROS DAS ESCRITURAS SAGRADAS
24/04/2011
JESUS, COMO ERA SEU ROSTO
 Ultimos Vídeos
O NOME DE Y┴OHUH
Data:31/01/2014
Visitas:1923
O Nome Sagrado Y┴OHUH UL escondido dos Povos
Data:26/01/2014
Visitas:1827
LOUVAR A Y┴OHUH
Data:26/01/2014
Visitas:2107

  Semeadores do Reino de YÁOHUH UL
08/02/2015
teste
Testanfo 2015
Publicidade

Oferecimento


Pesquise no portal.::
NOTÍCIAS TV AO VIVO RÁDIO AO VIVO ENTRETENIMENTO SERVIÇOS

©2018 - Casa de OrašŃo Para Todos - todos os direitos reservados!